22 de novembro de 2017 - Categoria: Blog

O que a sua empresa e você têm pensado para os próximos três anos?

Meu trabalho nos últimos meses tem sido estruturar a estratégia de atuação da minha empresa para o próxima fase social, econômica e digital, que tem sido anunciada por estudiosos, pesquisadores e as grandes empresas responsáveis por subsidiarem a Transformação Digital.

Fui buscar dados para definir o planejamento estratégico da SC Innova para os próximos três anos e verifiquei que de acordo com o “Information Economy Report 2017”, publicado pela agência da ONU em 02/10/2017, a UNCTAD, há atualmente 2 bilhões de pessoas conectadas no mundo, quando observado somente as primeiras dez posições do ranking. Esse número ultrapassa os 3 bilhões quando somados todos os países que fizeram parte do estudo.

Também verifiquei uma projeção que aponta um potencial de capitalização de mercado de mais de 1 bilhão de dólares, quando observado que América Latina e Caribe respondem por menos de 2% das empresas digitais do mundo.

Também analisei o relatório divulgado em abril de 2016, pelo Ministério de Minas e Energia, através da Empresa de Pesquisa Energética, a qual compartilha projeções sobre o crescimento da economia brasileira nos setores Agro, Indústria e Serviços até 2025.

Analisei que nos próximos 36 meses, 2018-20, o crescimento ainda será miúdo no nosso país, em que o setor de Serviços apresenta a melhor projeção de crescimento. O nosso cenário econômico vai realmente mudar a partir de 2021, no qual os pesquisadores creditam quase o dobro do crescimento, quando comparado ao período 2016-20, para todos os setores.

Minha estratégia está fundamentada em desenvolver um novo olhar sobre a forma de realizar gestão empresarial e colaborar com empresários e executivos, genuinamente interessados em fazer seus negócios prosperarem no meio digital, sob a ótica da transformação que se faz necessária desde já. Para tal eu sugiro a leitura dos dois relatórios para ampliar a visão do que está sendo projetado para o futuro, no que diz respeito a nossa economia e ao potencial a ser trabalhado na Internet.

Adiantando um pouco sobre um tema futuro que devo compartilhar, note-se que o novo olhar não diz respeito somente a transformação digital, que é requisito básico para a sobrevivência no futuro próximo, mas também uma transformação essencial, aquela que ocorre no âmago da empresa e impacta diretamente na forma como ela se relaciona com a comunidade onde habita, na sociedade que a acolhe e futuramente no meio digital, se ainda não está presente nele.

Sua missão junto aos empregados, parceiros, fornecedores, investidores, CLIENTES precisa ser ajustada para entregar o mesmo valor a todos, ter uma imagem e identidade de respeito, integridade e reputação inquestionáveis e assim contribuir para o desenvolvimento de um mundo melhor, menos competitivo e mais colaborativo, em que haja também a preocupação de ajudar os menos favorecidos, tanto sob o ponto de vista econômico, como também sócio-cultural.

Transformar-se digitalmente não fará sentido algum se não houver de fato uma reformulação e um melhor entendimento por parte da empresa acerca das expectativas das pessoas sobre o futuro, envolvidas no seu ecossistema .

A prosperidade das empresas vai deixar de ser
medida somente pelo aspecto do crescimento
do seu faturamento, mas também pela forma
como ela contribue para o desenvolvimento da
sociedade e por melhores condições da vida
humana.

Fiquei muito feliz ao ver nesse artigo da ComputerWorld que compartilho aqui, as 10 previsões até 2020 trazidas pelo IDC para a transformação digital e preparação para um novo momento mundial, visto que vai plenamente ao encontro do que tenho me dedicado e planejado no último ano. Não deixe de ler se você quiser fazer diferença no próximo triênio e fazer parte do próximo capítulo da “3rd Platform Era”.

A SC Innova está antenada e você?

Deixe seu comentário